Nesse último final de semana, foi a vez dos seres de quatro patas irem para as ruas, num bloco em homenagem a eles. Uma das datas mais esperadas do ano pelos carnavalescos de carteirinha, a folia do momo está chegando. Há quem diga que o ano só começa após o carnaval, sendo assim ele é um divisor de águas na contagem dos meses do ano.

Cachorros trazem paz e esse foi o clima que contagiou o fim de tarde do sábado, aquela procissão de animais, vários fantasiados, acompanhados de seus tutores, passeando na praça, socializando-se com outros bichos. Enquanto isso, os tutores também aproveitavam para conversar, assuntos em comum, não faltam, pois o que os une é a paixão pelos animais de estimação, temas os mais variados, do nome da ração, a história de vida e hábitos do bichano e clínica veterinária que frequenta.

Recentemente, também tivemos o nosso Eu acho é Graça, outro bloco carnavalesco do nosso bairro que encheu a tarde de domingo de alegria e cores. É bonito ir para a rua, se divertir e sempre que participo desses momentos, aquela voz interior diz que acontecimentos como esses, fazem a vida valer a pena, tem gosto de infância, memórias de tardes felizes.

As pessoas acenando dos prédios ao ver os blocos passarem, crianças no térreo acompanhadas de familiares e babás, aproveitando aquele instante, a magia que envolve o momento.Tudo isso exercita o estado de presença e aproveitar cada momento da vida, afinal os animais de estimação são mestres em desfrutar instantes, que aprendamos com eles. E um bom carnaval para aqueles que vão foliar, descansar, fazer ambas as coisas, enfim, tudo é possível.